Notícias

  • 00154702

    O índice de mortalidade infantil em Curitiba, que em 2013 já havia sido o menor da história, deve bater um novo recorde de redução em 2014. De janeiro até o dia 14 de outubro foram registrados 153 óbitos de bebês com até um ano de idade – o que representa queda de 11,05% em relação ao mesmo período do ano passado. A redução reflete o reforço em medidas e programas direcionados às gestantes pela rede pública de saúde do município, por meio do Programa Mãe Curitibana/Rede Cegonha.

    Nos dez primeiros meses deste ano, a mortalidade infantil em Curitiba atingiu 7,79 óbitos por 1 mil nascidos vivos, índice 46% abaixo da média nacional. Entre os países das Américas, apenas Cuba, Canadá, Estados Unidos e Chile exibem índices inferiores ao registrado na capital paranaense, segundo dados compilados pela Organização das Nações Unidas (ONU).

    No ano de 2013, Curitiba registrou índice de mortalidade infantil 9,6% inferior ao registrado no ano anterior. De acordo com o secretário municipal da saúde, Adriano Massuda, algumas medidas, como a extinção da fila de gestantes que aguardavam consulta para a avaliação de risco e o aprimoramento no Programa Mãe Curitibana e sua articulação com o Programa Rede Cegonha, do Ministério da Saúde, contribuiriam para a diminuição.

    Leia mais...

  • 00154803Os pacientes do Hospital do Idoso Zilda Arns estão ajudando a confeccionar equipamentos usados nas atividades físicas dentro do hospital. São halteres produzidos com materiais recicláveis de baixo custo, como garrafas pets. Tanto a confecção quanto a atividade têm melhorado a condição de saúde dos pacientes.
    Os profissionais fazem uma avaliação inicial de cada paciente para definir o peso dos equipamentos e os movimentos que serão executados. Com o acompanhamento de fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, a prática contribui para a recuperação dos movimentos que muitas vezes são perdidos durante o período de internação.

    De acordo com a fisioterapeuta Luciana Yumi Leire, a utilização de materiais descartáveis torna os aparelhos acessíveis a todos os pacientes. “Nos casos daqueles que estão em isolamento, ou seja, que apresentam alguma bactéria resistente e que não podem ter contato direto com outros pacientes, os halteres tradicionais não eram utilizados, pois não podiam passar pelo processo de esterilização”.

    Leia mais...

  • 00154350A Secretaria Municipal da Saúde alerta a população para redobrar a atenção no combate ao mosquito da dengue, o Aedes aegypti. Neste ano, pela primeira vez em Curitiba, foram registrados dois casos autóctones – nos quais o paciente é infectado no próprio local de registro – da doença e 331 focos do mosquito já foram identificados desde janeiro. Durante todo o ano passado, foram encontrados 121 focos.

    Para conscientizar a população e verificar quais as áreas de Curitiba estão com maior incidência do mosquito, os agentes da dengue começaram, nesta quinta-feira (16), a inspeção de 25 mil imóveis da capital.

    A coordenadora do Programa Municipal de Controle da Dengue, Juliana Martins, ressalta a importância dos cuidados da população para evitar a proliferação do mosquito. “A dengue é uma doença cíclica e com a chegada do calor crescem consideravelmente. É preciso que a população fique mais atenta aos locais que podem ficar com água parada”.

    Leia mais...
  • dengue 3A Secretaria Municipal da Saúde alerta a população para redobrar a atenção no combate ao mosquito da dengue, o Aedes aegypti. Neste ano, pela primeira vez em Curitiba, foram registrados dois casos autóctones – nos quais o paciente é infectado no próprio local de registro – da doença e 331 focos do mosquito já foram identificados desde janeiro. Durante todo o ano passado, foram encontrados 121 focos.

    Para conscientizar a população e verificar quais as áreas de Curitiba estão com maior incidência do mosquito, os agentes da dengue começaram, nesta quinta-feira (16), a inspeção de 25 mil imóveis da capital.

    A coordenadora do Programa Municipal de Controle da Dengue, Juliana Martins, ressalta a importância dos cuidados da população para evitar a proliferação do mosquito. “A dengue é uma doença cíclica e com a chegada do calor crescem consideravelmente. É preciso que a população fique mais atenta aos locais que podem ficar com água parada”.

    Leia mais...
  • caps2Em comemoração ao Dia Mundial de Saúde Mental, o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Portão, que atende 326 pacientes, realizou nesta quinta-feira (09) um bazar de objetos produzidos nas oficinas de artesanato realizadas no Caps. O objetivo foi mostrar para a comunidade um pouco do trabalho realizado nos locais de acolhimento de portadores de transtornos mentais.

    De acordo com a coordenadora do Caps Portão, Karin Gabardo, a articulação do centro com outros equipamentos da Saúde e secretarias da Prefeitura de Curitiba tem auxiliado na reabilitação dos pacientes. “Com o bazar queremos interagir mais com os familiares e a comunidade, pois um dos nossos objetivos é devolver o convívio familiar e social aos nossos pacientes”, explica.

    O pizzaiolo Wilham Ferreira Soares, de 25 anos, iniciou o tratamento da depressão há três meses. Afastado do antigo trabalho, ele iniciou acompanhamento com psiquiatra da rede particular, mas, segundo ele, o tratamento se resumia à prescrição de medicamentos.

    Leia mais...

Unidades de Saúde

Unidades de Saúde

Confira a lista de endereços dos equipamentos da SMS.

Leia Mais

Orientação e Prevenção

Orientação e Prevenção

Veja como ter uma vida saudável e manter hábitos de proteção da sua saúde.

saiba mais

Ouvidoria SUS Curitiba

ouvidoria-sus

Dúvidas, reclamações e opiniões sobre a saúde de Curitiba? Conheça a Ouvidoria do SUS. 

Saiba Mais                                         

 

Saúde alerta sobre cuidados com a dengue

dengue 3A Secretaria Municipal da Saúde alerta a população para redobrar a atenção no combate ao mosquito da dengue, o Aedes aegypti. Neste ano, pela primeira vez em Curitiba, foram registrados dois casos autóctones – nos quais o paciente é infectado no próprio local de registro – da doença e 331 focos do mosquito já foram identificados desde janeiro. Durante todo o ano passado, foram encontrados 121 focos.

Para conscientizar a população e verificar quais as áreas de Curitiba estão com maior incidência do mosquito, os agentes da dengue começaram, nesta quinta-feira (16), a inspeção de 25 mil imóveis da capital.

A coordenadora do Programa Municipal de Controle da Dengue, Juliana Martins, ressalta a importância dos cuidados da população para evitar a proliferação do mosquito. “A dengue é uma doença cíclica e com a chegada do calor crescem consideravelmente. É preciso que a população fique mais atenta aos locais que podem ficar com água parada”.

Taxa de mortalidade infantil

taxa-mortalidade

A taxa de mortalidade infantil em Curitiba apresenta uma tendência constante de queda.
 
Dados preliminares de 2011 apontam a menor taxa de mortalidade infantil já alcançada pelo município.

A Secretaria

  • Planejar e executar a política de saúde para o Município de Curitiba
  • Responsabilizar-se pela gestão e regulação dos serviços próprios e conveniados
  • Monitorar doenças e agravos
  • Realizar a vigilância sanitária sobre produtos e serviços de interesse da saúde
  • Visar uma população mais saudável