Notícias

  • 00154350A Secretaria Municipal da Saúde alerta a população para redobrar a atenção no combate ao mosquito da dengue, o Aedes aegypti. Neste ano, pela primeira vez em Curitiba, foram registrados dois casos autóctones – nos quais o paciente é infectado no próprio local de registro – da doença e 331 focos do mosquito já foram identificados desde janeiro. Durante todo o ano passado, foram encontrados 121 focos.

    Para conscientizar a população e verificar quais as áreas de Curitiba estão com maior incidência do mosquito, os agentes da dengue começaram, nesta quinta-feira (16), a inspeção de 25 mil imóveis da capital.

    Leia mais...
  • dengue 3A Secretaria Municipal da Saúde alerta a população para redobrar a atenção no combate ao mosquito da dengue, o Aedes aegypti. Neste ano, pela primeira vez em Curitiba, foram registrados dois casos autóctones – nos quais o paciente é infectado no próprio local de registro – da doença e 331 focos do mosquito já foram identificados desde janeiro. Durante todo o ano passado, foram encontrados 121 focos.

    Para conscientizar a população e verificar quais as áreas de Curitiba estão com maior incidência do mosquito, os agentes da dengue começaram, nesta quinta-feira (16), a inspeção de 25 mil imóveis da capital.

    A coordenadora do Programa Municipal de Controle da Dengue, Juliana Martins, ressalta a importância dos cuidados da população para evitar a proliferação do mosquito. “A dengue é uma doença cíclica e com a chegada do calor crescem consideravelmente. É preciso que a população fique mais atenta aos locais que podem ficar com água parada”.Leia mais...

  • caps2Em comemoração ao Dia Mundial de Saúde Mental, o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Portão, que atende 326 pacientes, realizou nesta quinta-feira (09) um bazar de objetos produzidos nas oficinas de artesanato realizadas no Caps. O objetivo foi mostrar para a comunidade um pouco do trabalho realizado nos locais de acolhimento de portadores de transtornos mentais.

    De acordo com a coordenadora do Caps Portão, Karin Gabardo, a articulação do centro com outros equipamentos da Saúde e secretarias da Prefeitura de Curitiba tem auxiliado na reabilitação dos pacientes. “Com o bazar queremos interagir mais com os familiares e a comunidade, pois um dos nossos objetivos é devolver o convívio familiar e social aos nossos pacientes”, explica.

    Leia mais...
  • outubro rosaA Secretaria Municipal da Saúde espera aumentar em cerca de 70%, em outubro, o número de exames para detecção de câncer de mama e do colo do útero, em relação à média dos outros meses. Uma série de ações de conscientização acontecerá ao longo de todo o mês, como parte da programação do Outubro Rosa, que visa chamar a atenção para a importância dos exames preventivos e do diagnóstico precoce. O lançamento da programação aconteceu na manhã desta quarta-feira (1), na Rua XV de Novembro, numa parceria entre Prefeitura de Curitiba, governo do Estado, Associação Comercial do Paraná (ACP) e empresas privadas.

    A expectativa é que sejam realizados 13 mil exames em outubro – 73% acima da média mensal, que é de 7.500 exames. O tradicional evento de conscientização sobre o câncer de mama, que acontece anualmente na Boca Maldita, está marcado para o dia 15 de outubro.

    Leia mais...
  • 10620738 10204829687603483 8468659548785250926 nOs 12 Centros de Atendimento Psicossocial (Caps) de Curitiba realizaram mais de 13,4 mil atendimentos nos seis primeiros meses de 2014. Os atendimentos seguiram a diretriz de cuidar em liberdade e assegurando o acolhimento de usuários de álcool e drogas e transtornos mentais. Desta forma, o atendimento é realizado sem privar os usuários do contato social e com a família, que frequentemente participa dos atendimentos. O resultado é uma maior adesão ao tratamento.

    “A abordagem leva em conta fatores médicos, psicológicos, bem como o meio social dos pacientes, sem a privação do convívio com o mundo exterior”, explica o diretor do Departamento de Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde, Marcelo Kimati.

    O novo modelo tem atraído novos pacientes para os Caps. Mais de 4,2 mil pacientes que estão sendo acompanhados nos centros procuraram o serviço pela primeira vez neste ano. Além disso, os Caps 24 horas já realizaram 4.286 acolhimentos noturnos, sendo 638 de menores de 18 anos, tendo beneficiado com isso mais de 1.500 usuários.Leia mais...

Unidades de Saúde

Unidades de Saúde

Confira a lista de endereços dos equipamentos da SMS.

Leia Mais

Orientação e Prevenção

Orientação e Prevenção

Veja como ter uma vida saudável e manter hábitos de proteção da sua saúde.

saiba mais

Ouvidoria SUS Curitiba

ouvidoria-sus

Dúvidas, reclamações e opiniões sobre a saúde de Curitiba? Conheça a Ouvidoria do SUS. 

Saiba Mais                                         

 

Saúde alerta sobre cuidados com a dengue

dengue 3A Secretaria Municipal da Saúde alerta a população para redobrar a atenção no combate ao mosquito da dengue, o Aedes aegypti. Neste ano, pela primeira vez em Curitiba, foram registrados dois casos autóctones – nos quais o paciente é infectado no próprio local de registro – da doença e 331 focos do mosquito já foram identificados desde janeiro. Durante todo o ano passado, foram encontrados 121 focos.

Para conscientizar a população e verificar quais as áreas de Curitiba estão com maior incidência do mosquito, os agentes da dengue começaram, nesta quinta-feira (16), a inspeção de 25 mil imóveis da capital.

A coordenadora do Programa Municipal de Controle da Dengue, Juliana Martins, ressalta a importância dos cuidados da população para evitar a proliferação do mosquito. “A dengue é uma doença cíclica e com a chegada do calor crescem consideravelmente. É preciso que a população fique mais atenta aos locais que podem ficar com água parada”.

Taxa de mortalidade infantil

taxa-mortalidade

A taxa de mortalidade infantil em Curitiba apresenta uma tendência constante de queda.
 
Dados preliminares de 2011 apontam a menor taxa de mortalidade infantil já alcançada pelo município.

A Secretaria

  • Planejar e executar a política de saúde para o Município de Curitiba
  • Responsabilizar-se pela gestão e regulação dos serviços próprios e conveniados
  • Monitorar doenças e agravos
  • Realizar a vigilância sanitária sobre produtos e serviços de interesse da saúde
  • Visar uma população mais saudável