Notícias

  • UPAs recebem R$ 658 mil em equipamentos

    Nesta terça-feira (18/12), às 15h30, o prefeito Rafael Greca e a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, fazem a entrega de R$ 658 mil em equipamentos para as unidades de pronto-atendimento 24 horas de Curitiba. A cerimônia será realizada na UPA Boqueirão.

    Serão destinadas às UPAs novos ventiladores pulmonares, macas e monitores dos sistemas vitais dos pacientes. Os recursos investidos são do tesouro municipal.

    Aviso de pauta

    Entrega de equipamentos para UPAs
    Data: 18/12
    Horário: 15h30
    Local: UPA Boqueirão (Rua Professora Maria de Assumpção, 2.590, Boqueirão).

  • cotolengoCuritiba ganha Unidade para pacientes "moradores" de hospitais

    O prefeito Rafael Greca e a secretária municipal da Saúde, Marcia Huçulak, participaram ontem da inauguração da Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) Santa Terezinha, no Pequeno Cotolengo.
    Com 25 leitos, a Unidade é o mais novo local a compor a Rede de Atenção à Saúde de Curitiba e vai receber 23 pacientes que hoje são “moradores” dos hospitais prestadores de serviços do SUS Curitibano.
    São pacientes com alta médica hospitalar, mas sem condições de alta para o domicílio, por ausência de vínculo familiar e com dependência de cuidados especiais e integrais. Ou seja: não precisam mais estar nos hospitais, mas ainda precisam de acompanhamento especializado.

    Leia mais...
  • ecoaCuritiba ganha clínica pioneira para diagnóstico e tratamento de homens

    O prefeito Rafael Greca e a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, inauguram, na manhã desta segunda-feira (10/12), a clínica e-COA, na Rua Brigadeiro Franco, 1.300, no Centro. A clínica e-COA é uma extensão do já tradicional Centro de Orientação e Aconselhamento (COA), localizado no bairro São Francisco, que oferta serviços de diagnóstico e tratamento de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) para usuários da rede municipal de saúde de Curitiba.

    Leia mais...
  • 0712 resultado liraaÍndice de infestação do Aedes aegypti fica em 0% na cidade

    No segundo ano em que a Prefeitura investe nas ações do Programa Curitiba Sem Mosquito, a cidade segue com o índice de 0% de infestação por dengue. Esse foi o resultado obtido no segundo Levantamento Rápido de Índice para Aedes aegypti (LIRAa) de 2018, feito pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS).Leia mais...

  • ceiaCardápios das festas de fim de ano exigem cuidado

    Panetone ou chocotone? Coloca uva passa em tudo ou não? Chester é que tipo de ave? O que não faltam são perguntas polêmicas em torno dos cardápios das festas de fim de ano. Mas, mais importante que respondê-las, é programar-se para assegurar que tudo corra bem com os pratos servidos nas ceias de Natal e Ano Novo.

    A Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) destaca alguns cuidados para garantir a segurança alimentar à mesa. Afinal são refeições feitas com ingredientes nem sempre usados em outras épocas do ano, o que exige cuidados redobrados.

    Como a fartura também impera nesses eventos, o cuidado para não gerar sobras deve ser calculado, além do controle das temperaturas de conservação dos alimentos.

    Leia mais...

Unidades de Saúde

Unidades de Saúde

Confira a lista de endereços dos equipamentos da SMS.

Leia Mais

Orientação e Prevenção

Orientação e Prevenção

Veja como ter uma vida saudável e manter hábitos de proteção da sua saúde.

saiba mais

Ouvidoria SUS Curitiba

ouvidoria-sus

Sugira, Critique, Elogie e tire suas duvidas. Conheça a Ouvidoria do SUS Curitiba.

Saiba Mais                                       

 

Taxa de mortalidade infantil

A taxa de mortalidade infantil em Curitiba apresenta uma tendência constante de queda.

taxaMortalidade1997-2018


Fonte: Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM); Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (SINASC)
Elaboração: SMS Curitiba - Centro de Epidemiologia/CEV
Nota: 2017* dados preliminares

A Secretaria

  • Planejar e executar a política de saúde para o Município de Curitiba
  • Responsabilizar-se pela gestão e regulação dos serviços próprios e conveniados
  • Monitorar doenças e agravos
  • Realizar a vigilância sanitária sobre produtos e serviços de interesse da saúde
  • Visar uma população mais saudável