Notícias

  • 00149812As 109 unidades básicas de saúde de Curitiba estão recebendo aparelhos que irão ampliar os serviços oferecidos. São eletrocardiogramas, espirômetros digitais e equipamentos de eletrocirurgia, além de balanças pediátricas e para adultos, detectores cardíacos fetais e macas ginecológicas. Os equipamentos foram adquiridos com recursos do Fundo de Desenvolvimento Urbano e de emendas parlamentares, no total de R$ 2,6 milhões.

    Atualmente, as unidades básicas realizam cerca de 2 mil eletrocardiogramas mensais, com aparelhos que ficam em média dois dias em cada unidade. Com a instalação dos novos aparelhos, a expectativa é que esse número dobre.

    O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, e o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda, acompanharam nesta sexta-feira (11) a entrega dos equipamentos nas unidades de saúde Vila Verde, na Cidade Industrial de Curitiba, e Ouvidor Pardinho, no Rebouças.  Leia mais...

  • 00149664O Sistema Único de Saúde (SUS) é uma das maiores e mais complexas estruturas de saúde pública do mundo. Atuar no SUS é uma experiência que, além da formação técnica, exige dos profissionais de saúde sensibilidade e conhecimentos específicos. Foi pensando nisso que a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba lançou este ano a Residência em Psiquiatria. Desde março, um grupo de seis médicos participa da especialização, que tem abordagem comunitária e estratégias voltadas para as políticas públicas em saúde mental.

    Com duração de três anos, a especialização é credenciada pelo Ministério da Educação e orientada por psiquiatras da rede municipal. Oferece aos profissionais a vivência no SUS, incluindo atendimentos ambulatoriais, unidades básicas de saúde, de pronto atendimento (UPA) 24 horas, clínica hospitalar, Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e Consultório na Rua.

    Leia mais...

  • 00149693Cuidar em liberdade. É com essa diretriz que os 12 Centros de Atenção Psicossocial (Caps) de Curitiba atendem usuários de álcool e drogas e transtornos mentais, assegurando acolhimento sem privá-los do contato social e com a família – um método que, para muitos pacientes, tem representado a primeira oportunidade de adesão efetiva ao tratamento.

    “No tratamento levamos em conta o fator médico, o psicológico e o meio social em que os pacientes estão inseridos, sem a privação do convívio com a família e com o mundo exterior”, explica o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda.

    No primeiro trimestre deste ano, estavam em tratamento nos 12 Caps de Curitiba 2.396 usuários de álcool e drogas e 2.379 pacientes com transtornos mentais, e cerca de mil deles já haviam passado pelo acolhimento.

    Leia mais...

  • 00149721O prefeito Gustavo Fruet sancionou nesta quarta-feira (9) a Lei 14.487, que cria 1 mil vagas no serviço público para agentes comunitários de saúde e 200 vagas para agentes de combate às endemias. A medida permitirá acabar com a terceirização de profissionais da área, a partir da realização de um processo seletivo previsto para o ano que vem.

    A lei representa o reconhecimento da Prefeitura à importância desses profissionais para o Sistema Único de Saúde (SUS). Os agentes comunitários e de endemias são um elo entre os usuários e a rede de saúde de Curitiba.

    “Eles são os trabalhadores que estão em todos os pontos de Curitiba e que conhecem profundamente as características de cada comunidade. Sabem as pessoas da região com quem podem contar para resolver situações mais críticas e muitas vezes têm acesso a locais a que outros profissionais não conseguiriam chegar. É com esse trabalho que o SUS garante a cobertura de toda a população da cidade, principalmente nas áreas mais vulneráveis”, diz o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda.

    Leia mais...
  • 00149349A Câmara Municipal de Curitiba aprovou nesta terça-feira (24), em segunda discussão, a mensagem da Prefeitura que solicita a criação de 1 mil vagas no serviço público para agentes comunitários de saúde e 200 vagas para agentes de combate às endemias.

    Atualmente, esses profissionais são contratados em regime CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) por intermédio do Instituto Pró-Cidadania de Curitiba (IPCC). Com a aprovação dos vereadores, o projeto segue para a sanção.

    A partir disso, as secretarias de Saúde e de Recursos Humanos vão elaborar o edital para processo seletivo público. Os aprovados no concurso serão contratados com carga horária de 40 horas semanais, salário inicial de R$ 1.159,18, pelo regime CLT.

    Leia mais...

Unidades de Saúde

Unidades de Saúde

Confira a lista de endereços dos equipamentos da SMS.

Leia Mais

Orientação e Prevenção

Orientação e Prevenção

Veja como ter uma vida saudável e manter hábitos de proteção da sua saúde.

saiba mais

Ouvidoria SUS Curitiba

ouvidoria-sus

Dúvidas, reclamações e opiniões sobre a saúde de Curitiba? Conheça a Ouvidoria do SUS. 

Saiba Mais                                         

 

Taxa de mortalidade infantil

taxa-mortalidade

A taxa de mortalidade infantil em Curitiba apresenta uma tendência constante de queda.
 
Dados preliminares de 2011 apontam a menor taxa de mortalidade infantil já alcançada pelo município.

A Secretaria

  • Planejar e executar a política de saúde para o Município de Curitiba
  • Responsabilizar-se pela gestão e regulação dos serviços próprios e conveniados
  • Monitorar doenças e agravos
  • Realizar a vigilância sanitária sobre produtos e serviços de interesse da saúde
  • Visar uma população mais saudável