Bolsas para Ensino Médio

 

Critérios para obtenção de bolsas de estudo para formação técnica em saúde do ensino médio

  1. Estar prestando serviço em algum setor da SMS, como Unidade de Saúde, Distrito Sanitário, Laboratório, ou Centro.
  2. Atender aos requisitos exigidos pela instituição de ensino que realiza o curso, como, por exemplo, ter o 2º grau completo, documento de identidade, idade mínima de 18 anos, etc.
  3. Obter a melhor colocação (nota), entre os servidores da SMS, no teste seletivo da instituição de ensino que o exige para ingresso. Em caso de empate, observar-se-á os seguintes critérios:
  4. a) ter mais tempo de serviço na SMS;
    b) ter realizado o maior número de tentativas em teste seletivo para o curso de Auxiliar de Enfermagem ou Técnico de Enfermagem com aprovação no mesmo;
    c) não ter tido penalidade institucional;
    d) submeter-se à análise, pelo CES, das considerações de prioridade manifestadas pelas chefias;
    e) não ter participado de curso semelhante nos últimos 03 anos;

  5. Atender aos critérios acima indicados (3a, 3b, 3c, 3d, 3e) quando a instituição de ensino não exigir teste seletivo.
  6. O servidor que preencher todos os critérios e for contemplado com a bolsa de estudo, deverá comparecer ao CES para receber um documento de autorização institucional para obtenção da bolsa, o qual será apresentado à instituição de ensino, no ato da matrícula, pelo próprio aluno.
  7. O servidor que receber a bolsa de estudo deverá assinar termo de compromisso no CES.
  8. O servidor já agraciado com bolsa de estudo deverá aguardar um período mínimo de 02 anos para se candidatar a uma nova solicitação.

 

Como solicitar uma bolsa de estudo para formação técnica em saúde do ensino médio

  1. Manifestar interesse, junto à chefia imediata, quanto à disposição para realizar o curso e candidatar-se à bolsa de estudo;
  2. Obtendo o apoio da mesma, preencher o formulário "Solicitação para Bolsas de Estudo e Participação em Cursos/Eventos "  Frente; Verso;   Orientações de preenchimento da ficha.
  3. Proceder sua inscrição (quando a escola exigir teste seletivo);
  4. Entregar o formulário (com fotocópia da inscrição anexada – quando for o caso) à chefia imediata para que esta oficialize sua análise e parecer de pertinência e compatibilidade entre a jornada de trabalho do solicitante e o turno de realização do curso, preenchendo o campo CHEFIA IMEDIATA no referido formulário. A chefia imediata encaminhará às instâncias superiores para igual formalização no campo DIRETOR / SUPERVISOR, e campos subseqüentes.

Obs.: O resultado da solicitação será comunicado pelo CES.